Fiocruz Bahia discutiu alimentação e saúde na 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

A Fiocruz Bahia participou, no dia 18 de outubro (terça-feira), da 13ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), cujo tema este ano foi “Ciência Alimentando o Brasil”. Participando do evento pelo seu terceiro ano, a Fundação realizou um seminário dividido em duas mesas, que abordaram os “Determinantes Sociais e Efeitos das Políticas de Proteção Social na Saúde e nas Doenças” e as “Doenças Hepáticas Causadas por Má Alimentação”.

A abertura das palestras foi realizada pela coordenadora do evento e Vice-Diretora de Ensino da Fiocruz Bahia, Patrícia Veras; pelo Diretor da Fiocruz Bahia, Manoel Barral-Netto, e pelo Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia (Secti), Manoel Mendonça.

No período da manhã, o pesquisador da Fiocruz Bahia Maurício Barreto discutiu o impacto das políticas sociais na nutrição e na saúde pública e os determinantes sociais da saúde e coordenou a mesa que contou com as apresentações da pesquisadora da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Rita Ribeiro, e dos pesquisadores Carlos Teles e Maria Yury Ichihara também da Fiocruz Bahia.

“A sessão foi muito interessante, no sentido de tentar trazer para o público noções básicas sobre a complexidade dos problemas da saúde e como as intervenções sociais afetam estes problemas”, destacou Maurício Barreto. A professora da UFBA Helma Cotrim coordenou, no período da tarde, a mesa que teve como convidados o pesquisador Luiz Freitas, da Fiocruz Bahia, e as pesquisadoras da UFBA, Raquel Rocha, Naide Silveira e Viviane Sahad.

Popularização da ciência – Promovida pelo Governo Federal desde 2004, na Bahia, a SNCT acontece em dezenas de municípios e, em Salvador, mobiliza milhares de visitantes com o objetivo de popularizar a ciência e a tecnologia. Na capital baiana, o evento sede é organizado pela Secti, em parceria com outros órgãos públicos.

O evento maior acontece no Senai Cimatec, onde ocorre uma feira com 35 instituições, que atrai estudantes da rede pública e privada. “As palestras que estão ocorrendo na Fiocruz, uma instituição de destaque na área de saúde, são fundamentais para a popularização da ciência”, afirmou o Secretário, Manoel Mendonça.

Barral-Netto destacou a importância da mobilização das instituições de ciência, tecnologia e educação do país, durante a SNCT. “Eventos como este geram a difusão do conhecimento. Acredito que isso favorece muito a popularização da ciência, sendo uma contribuição muito importante para a sociedade”, frisou o Diretor.

De acordo com Patrícia Veras, o seminário que buscou tratar de tópicos que tangem a saúde em relação ao principal tema da SNCT, alcançou seus objetivos. “Ficamos muito animados com o resultado do evento pois, ao final das apresentações, os tópicos abordados foram amplamente debatidos pelo público interno e externo, tendo, assim, alcançado o principal objetivo da SNCT: a mobilização de jovens em diferentes fases de sua formação”, avaliou.

Confira as imagens:

Fonte: Ascom Fiocruz Bahia

twitterFacebookmail