Home > Ensino

Iniciação Científica

O Programa Institucional de Iniciação Científica (PROIIC) tem o objetivo a formação acadêmica de estudantes de graduação por meio dos
Programas de Iniciação Científica e Iniciação Tecnológica (PIBIC) e (PIBITI), bem como contribuir com a capacitação de recursos humanos em pesquisa, atuando de forma decisiva para reduzir o tempo médio de permanência dos alunos na pós-graduação. Desta maneira, os pesquisadores do Instituto Gonçalo Moniz (IGM) atuam de forma ativa na orientação, acompanhamento e avaliação do desempenho de estudantes do ensino médio e superior buscando estimular o interesse científico e capacitar estes jovens para cursos de graduação e pós-graduação.

O PROIIC contempla estudantes de ensino médio da Rede Pública local (Programa IC-Jr) e a IC propriamente dita, destinada a estudantes de graduação regularmente matriculados em instituições de ensino superior, localizadas no estado da Bahia, para o desenvolvimento de pesquisa científica, sob a supervisão de um orientador, com reconhecida competência científica

Seleção:

O IGM possui uma cota de 85 bolsas fomentadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), com 60 bolsas, e CNPq/Fiocruz, com 20 bolsas IC e 5 bolsas PIBITI. O processo de divulgação de edital e seleção para as bolsas fomentadas pelo CNPq/Fiocruz é centralizado pela Fiocruz/RJ. O Edital é amplamente divulgado em todas as unidades e todo o processo de seleção, resultados e implementação das bolsas se dá através de formulários eletrônicos. Para este edital, existe a possibilidade de bolsas PIBITI, as quais são destinadas a projetos de pesquisa que envolvam desenvolvimento tecnológico. O processo de divulgação do edital, seleção, resultados e implementação de bolsas Fapesb é de responsabilidade do PROIIC/IGM, em acordo com os critérios estabelecidos pela Fapesb e comitê institucional PROIIC.

Avaliação:

Todos os bolsistas são avaliados periodicamente através de Relatórios de Atividades/Pesquisa. Além dos relatórios escritos, a Fiocruz promove a Reunião Anual de Iniciação Científica (RAIC). Neste encontro, todos os bolsistas (IC-Jr e IC) apresentam oralmente seus resultados parciais/final e são avaliados por uma banca de examinadores com reconhecida competência científica.

Objetivos gerais:

a) Contribuir para a formação de recursos humanos em saúde pública;

b) Contribuir para a formação científica de recursos humanos que se dedicarão a qualquer atividade profissional ligada a saúde pública ;

c) Contribuir para reduzir o tempo médio de permanência dos alunos na pós-graduação;

d) Contribuir para a formação de estudantes, dando-lhes oportunidades de adquirir conhecimentos teóricos e práticos, e identificar futuros pesquisadores para promover o crescimento e a perpetuidade da missão institucional.

Objetivos específicos:

Em relação às instituições:

a) Despertar vocação científica e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação universitária;

b) Possibilitar maior interação entre a graduação e a pós-graduação;

c) Qualificar alunos para os programas de pós-graduação.

Em relação aos orientadores:

Estimular pesquisadores produtivos a envolverem estudantes de graduação nas atividades científica, tecnológica, profissional e artístico-cultural.

Em relação aos bolsistas:

Proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com problemas de pesquisas.

Coordenadora

Drª Clarissa Gurgel

 

Clique aqui para acessar o site do Programa PIBIC/FIOCRUZ/RJ.

 

twitterFacebookmail